Começar de novo, outra vez, novamente

Publicado em Atlético, Copa Libertadores, Futebol
atletico-eliminado-copa-libertadores-2019
(Foto: Bruno Cantini/Atlético/Divulgação)

(Por Fernando Gregori – @ferdsmg)

O título da coluna de hoje resume bem a vida do Atleticano nos últimos anos. Vivemos um eterno “começar de novo” a cada 6 meses. E não há nada de positivo nisso. A série interminável de erros e pixotadas das pessoas que comandam o Galo nos colocaram numa espécie de looping maligno.

Começamos errado, fica 6 meses errando e termina o ano errando. E não há um filho de Deus para interromper esse ciclo maldito de cagadas. Virou cartilha. Deve ter até entrado no estatuto do clube.

E o último capítulo dessa jornada infeliz do CAM terminou melancolicamente ontem. Depois de perder o título Mineiro de forma deprimente, foi a vez de passar um vexame histórico na Libertadores. Ser eliminado na 1ª fase, com 4 derrotas e ainda correndo o risco de nem pegar Sulamericana é uma proeza digna de Ziza Valadares com Paulo Cury.

Mas como diz o título da coluna de hoje, vamos começar de novo, mais uma vez, novamente. No Sábado tem estreia no BR19. E mais uma vez o nosso foco é fazer 46 pontos logo. Triste destino de um clube que há pouco mais de 6 anos estava no caminho das conquistas, favorito a tudo, temido por todos.

Hoje, estamos de volta aos anos 90/2000, quando os vexames eram semanais, ninguém nos respeitava e o descaso das pessoas que comandavam o clube era monumental. E pensar que o mesmo grupo político que nos levou aos céus em 2012/13/14 está fazendo uma força tremenda de nos levar ao inferno de 2005.

O Galo hoje virou lugar indesejado. Jogadores e treinadores não querem mais vir pra cá. E eles têm razão. Quem vai querer trabalhar em um lugar onde a diretoria é omissa, covarde e adora jogar a responsabilidade nas costas dos subordinados?

Quem, com o mínimo de ambição, vai querer jogar/treinar em um clube que hoje não tem ambição nenhuma de ganhar?

Quem seria louco de vir jogar/treinar um clube que não faz ideia do que seja PLANEJAMENTO?

Assim, só virão os sem compromisso, o sem ambição e consequentemente, os sem qualidade nenhuma. Exatamente como era em 90/2000, quando uma leva interminável de come-dorme se instalou no CAM e nos levou ao rebaixamento em 2005.

Rodrigo Santana é o novo treinador-interino, que mais uma vez pega um abacaxi e precisa fazer dele uma limonada. Mais um que entra numa fogueira tremenda por causa da incapacidade da direção em gerir um clube do tamanho do CAM. Enquanto nosso digníssimo presidente passa o dia pensando em F1, o Galo se arrasta nos bastidores e fica cada vez mais longe da prateleira de cima.

E o treinador que vier vai encontrar um elenco desequilibrado, desmotivado e desacreditado. O cara terá que ser técnico, terapeuta e operador do Disque Amizade, para tentar salvar mais uma temporada perdida, já em abril.

Tudo graças à famosa AUSTERIDADE. Austeridade que o nosso sonolento Conselho deixa passar todo ano e se torna co-responsável pela situação do clube. Omissão é tão pior quanto fazer cagadas todo dia.

Pelo bem do nosso Galo, esse eterno recomeço forçado a cada 6 meses precisa acabar. Precisamos urgente de pessoas capacitadas na tomada de decisões. Precisamos mais urgente ainda de um mandatário focado no clube, no time e na torcida. Chega de gente que usa o Galo como hobby ou trampolim político. Chega de clãs e chapas que só pensam em poder. O Galo merece muito mais que um presidente que senta na cadeira achando que está fazendo um favor para nós.

E se for para começar de novo, mais uma vez, novamente, outra vez, então que seja feito a limpeza geral que o Galo tanto precisa.

Devolvam nosso Galo. Ele não é nem por um segundo de vocês.

Gostou do conteúdo? Deixe sua opinião nos comentários.
Siga o Entre 4 Linhas > Facebook | Twitter | Instagram

3 comentários para “Começar de novo, outra vez, novamente

  1. Brilhante! Correto apanhado dos últimos tempos do clube. Faltou somente abordar o interesse do atual plantel pelo atual interino, pois sabem que não vai mexer com os medalhões.

  2. Enquanto esse porcaria do Sette Camara for Presidente, vai ser um sofrimento enorme, a Massa deveria sumir do estadio, isso sim seria uma forma de protesto que resultaria em algo positivo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *