Pedal e grafite em BH 

Publicado em

Iniciativas interessantes continuam pipocando pela cidade. O post de hoje é sobre o Projeto “Pedalando Pelos Muros”, da galeria de arte contemporânea, quartoamado. Na semana passada, 25 ciclistas percorreram ruas e avenidas que têm grafites como cenário. A ideia, além de pedalar e incentivar a prática, é de pensar e discutir os desenhos que estão sendo injetados nos muros da capital mineira. Esta foi a segunda edição do projeto que circulou dentro dos limites da avenida do Contorno e em suas proximidades, mas a ideia é expandir.

Raul Sampaio, um dos integrantes da quartoamado, explica o que foi encontrado no percurso. “Não há um perfil específico e de fácil delimitação. Mas é possível perceber variações de acordo com a região. No centro da cidade, temos uma quantidade maior de grafites, dispostos de forma mais acumulada, um bem perto do outro. Já na rua Niquelina (Santa Efigênia), temos mais a presença de arte urbana (street art), com painéis mais espaçados e maiores”, diz.

Para entender o “Pedalando Pelos Muros” é importante compreender o que é a quartoamado. Ela surgiu em 2012 e a ideia foi do jornalista Bernardo Biagioni. Doze artistas especializados em performances urbanas se uniram e o resultado está aí. Em dezembro de 2014, foi inaugurado o espaço físico da “quarto”: fica na rua Antônio de Albuquerque, 384, na Savassi. Ficou curioso? Acesse o site da galeria e conheças alguns de seus projetos. A seguir, um vídeo mostra o que rolou no dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *