Rainha da Sucata e das startups

Publicado em

Por quase quatro anos tapumes cercaram o prédio Rainha da Sucata, na Praça da Liberdade. O imóvel que abrigava o museu de Mineralogia Djalma Guimarães foi fechado em 2013. Apesar de ser o caçula da praça, inaugurado em 1991, o prédio necessitava de melhorias. E elas vieram.

As redes elétrica, telefônica e de internet foram modernizadas. O edifício, desenhado pelos arquitetos Sylvio de Podestá e Éolo Maia, ganhou ainda um elevador. Agora, o Rainha da Sucata vai abrigar o Centro de Informação ao Visitante do Circuito Liberdade. Outra novidade é que, a partir de julho, o espaço será também usado por startups.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*