O que você faz com o seu lixo eletrônico?

Publicado em

Se a sua resposta for “nada” ou “jogo no lixo comum, ué”, você está jogando é contra o meio ambiente. De acordo com o estudo Global E-Waste Monitor, realizado pela Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil descarta anualmente 1,5 mil toneladas de lixo eletrônico. Esse número mostra que o país é líder no descarte desse tipo de resíduo, na América Latina, e o sétimo no mundo. O pior vem agora: apenas 3% desse montante é descartado de forma adequada.

Aí você pode perguntar: “Ok, mas aonde eu posso fazer o descarte correto?”. No site da Prefeitura de BH há uma lista com endereços e contatos que recebem computadores, pilhas, smartphones, lâmpadas e por aí vai. São lugares que obedecem o conceito de “logística reversa”, em outras palavras, o produto que você compra da indústria deve retornar para que ela possa dar a destinação correta ou, dependendo do equipamento, reaproveitar as suas peças.

BH tem um Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, que prevê ações para os próximos 20 anos. A proposta é uma espécie de braço da Política Nacional de Resíduos Sólidos, em vigor desde 2010. A despeito de iniciativas vindas do poder público, a responsabilidade deve ser dividida com a sociedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *